sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Dor

O amor foi embora,
me deixou apenas um adeus
E eu jogada a cama, chorava
A dor, que dor...
Sofrimento maltrata o coração de menina
que sofre pelo amor não mais correspondido
porque esse amor se foi...
São só prioridades querida!
E eu havia me esquecido, que eram só prioridades...

2 comentários:

Bia disse...

O leitor e a poesia

Poesia
não é o que o autor nomeia,
é o que o leitor incendeia.

Não é o que o autor pavoneia,
é o que o leitor colhe á colmeia.

Não é ouro na veia,
é o que vem na bateia.

Poesia
não é o que o autor dá na ceia,
mas o que o leitor banqueteia.

Affonso Romano de Sant'Anna

Não soube descrever com minhas palavras essa poesia...

Luana Almeida disse...

O fim é o nascer de uma nova vida.
E as dores nos ajuda a crescer.
Tudo depende da forma com que você encara as dores.
Cuide-se!

Flores!