domingo, 6 de fevereiro de 2011

Amanhã, às seis

Suspiro. Amanhã está chegando o amor! Ele chega pontualmente às seis da manhã. Vem vestido numa túnica branca. Rosto leve, delicado. Acordado com flores e um sorriso de cores de verão. Vem montado num amontoado de luzes, de sabores do outono. Frutos de céu e uma luz resplandecente de sorte e de sintonias. Felicidade, esse é meu nome perante o brilho iluminado do seu sol, que acordado em meio as luzes, fazem seu ritual de celebração. O amor voltou para refazer meus dias sombrios. O amor está de volta a minha terra. Que será agora, fértil com sua chegada. Será a mais produtiva terra. Com cores de estrela. E brilhantes. Sim, BRILHANTES. O amor chega amanhã com as estações, chega com todo o céu nos olhos, chega com todas as florestas na alma. Implantando em mim, os olhos colorê e na minha alma, o renovar de um novo dia, que nasce amanhã, às seis da manhã.
                                                          
(Márcia Mascarenhas)                                                                                 

9 comentários:

Flávio Catão. disse...

tomara que chegue amanhã as 6 da manhã pra mim tbm! ;)

Um beijo.

Principe disse...

Aiiii, mah! Que inspiração... Você é minha deusa, meu encanto, minha profetisa. Te amo cada dia mais. Adorei meu amor, lindissimo. Bjsssss mil e que a fonte da sua inspiração seja cada dia mais ambundante. Bjssss minha principa.

Lúu Almeida disse...

Bom saber que o teu amor voltou! '')
Que sempre venha para todos.

Flores!

Carla disse...

É de bixooo!!!

MOISÉS POETA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MOISÉS POETA disse...

Lindo e poético !

um beijo!

Fernand's disse...

pois meu último amor chegou sem hora marcada feito um furacão... me descabelou, me sacudiu e me deixou devastada... pronta para refazer a casa!


rs


bjs meus

Rumah Jahit Aqxa disse...

i dont know is all just walking blog and say friendship is the best

TODO MUNDO PROCURA AQUI disse...

Quem espera sempre alcança, quem sabe chegue para mim, também, doce amanhã.