terça-feira, 27 de julho de 2010

À CIA DE TEATRO AQUARELA NORDESTINA

À CIA DE TEATRO AQUARELA NORDESTINA

Do nordeste para o mundo, nós viemos mostrar
A arte de peito aberto, onde tanto há pra contar.
A pobreza da nossa terra, a nobreza se traz na arte
Atuando para essa gente, nós vamos para o embate,
Pra lutar contra a fome, e contra a sede também
De sol a sol a arte vibra, no sangue de quem a tem.

As cores da nossa terra, nós viemos dramatizar
E trazer todos encantos, que só a aquarela pode mostrar
Com leveza e poesia que só o nordeste tem pra oferecer
Essa forma de criar outro mundo pra viver.

Essa arte que transforma e que vale a pena conhecer.
Arte de gente nova querendo viver
E toda a aquarela em festa se derramou
Quando o nordeste gritou: A arte chegou!

Estamos em toda parte, em cada canto do país,
Somos o riso da criança
E o canto dos colibris
Desde a seca do agreste que devastou a população
Até a diversidade cultural que brilha nessa região.

O nosso nordeste agora, nós vamos construir
A arte de nossa terra vamos repartir
Com todos que fizeram
De um sonho bem inocente
Um mundo; e doou tintas, para a aquarela da gente!

(Márcia Mascarenhas)

Nenhum comentário: