segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Luciano Reis Porto

Itamarajuense defende dissertação de mestrado na Espanha
Por http://www.sulbahianews.com/ler.php?doc=1305



O itamarajuense Luciano Reis Porto acaba de concluir o seu mestrado em direito pela Universidade Carlos III de Madri. Na última terça-feira (30/09), teve lugar o ato de defesa da sua dissertação, intitulada "El Poder Judicial y la aplicabilidad del principio de la función de la propiedad em Brasil: una cuestión de derechos humanos. El caso de los sin tierra".
Nesse trabalho, que obteve aprovação unânime por parte da banca examinara, o novo mestre, tratou da atuação do poder judicial diante dos conflitos originados da luta pela democratização da terra no Brasil, buscando analizar, especialmente, a postura predominante dos juízes em relação à aplicação do princípio da função da propriedade.

Cumprida esta etapa importante de sua formação, Luciano, que é advogado, retorna agora à cidade de Itamaraju, depois de muitos anos fora, dois dos quais passados na capital espanhola.

A história desse itamarajuense é dessas que despertam admiração, por se tratar de um exemplo de dedicação, perseverança, superação e obstinação na busca por conseguir seus objetivos. De origem humilde, criado no distrito de Pirajá, onde fez seus estudos primários e onde ainda hoje vivem seus pais, podia ter sido mais um dentre os que não puderam seguir seus estudos, como tantos de seus colegas de infância. Não obstante, soube agarrar todas as oportunidades que lhe apareceram e, assim, pôde chegar a mais essa conquista atual. Formou-se em filosofia e direito pela UESC (Universidade Estadual de Santa Cruz), foi professor dessa mesma universidade, concorreu e ganhou uma bolsa de estudos, e não hesitou em lançar-se na experiência de fazer um mestrado no exterior, numa das melhores universidades públicas da Espanha, a Universidade Carlos III de Madri.

Os amigos e a família o aguardam ansiosos para festejar e comemorar mais essa vitória. Estão de parabéns ele, o principal protagonista dessa notícia, e seus pais, Sr. Antônio e D. Lucília, figuras indispensáveis em toda sua trajetória.

E para concluir, fica a lição de Fernando Pessoa, muito apropriada neste contexto: "A vida é o que fazemos dela. As viagens são os viajantes. O que vemos, não é o que vemos, senão o que somos".


Por: Juliana Reis Porto



Comentario: Luciano desejo do fundo do meu coração que sua vida seja repleta de muitas realizações que ainda estão por vim, que você possa alcancar todos seus objetivos, e que nunca deixe de sonhar, de voar.

Lu, isso é apenas uma parte dos meus sentimentos por você:


Apenas ,Luciano.


Luz, som, mar, céu

Como nada do que foi será,

Ele sempre quer mais, sempre busca mais

Como se torna tão difícil datilografar,

Na natureza ouço sua voz, no canto dos pássaros encontro sua paz

Assim como os maiores filósofos foram indagadores,

Eu fico a me indagar: será que estou sonhando

Ou será que ele faz parte da minha mais pura realidade

Este homem sábio, este homem sábio,

Na qual quero partilhar meu real, meu sonho real

Este homem que me traz leveza, me traz clareza, me traz certeza

De que tudo vai ser melhor,

De que tudo vai ser melhor se quisermos sonhar melhor...

Se quisermos acreditar no novo amanhã,

Se voarmos no infinito, até aquele sol, que só os que são puros de coração chegarão,

Até aquela lua, que tão linda lua, se unirá ao mar, num ato único a cada olhar, num gesto sublime.

Mas se eu quiser voar mais alto que isso tudo, é só olhar nos seus olhos, lá encontrarei vales, montanhas, florestas, mares, rios e um sonho, aquele sonho de crescer, aquele sonho de ser, de apenas ser, pois a vida lhe reservou , muitas surpresas, muitas delas ainda estão por vir.

E sei que se um dia fosse eu agradecer por esse vôo, ninguém me acharia, pois voei tão alto nos seus olhos que pousei numa nuvem que lá encontrei e por lá ficarei durante toda minha vida.
(Mah Jah Jah)




Luciano,


Obrigada por existir, simplesmente obrigada!







Um comentário:

Anônimo disse...

Mahhhhh...! Eu nao tinha visto este poema...nossa! que lindo!!! To emocionado ate agora.
Luciano