terça-feira, 1 de setembro de 2015

Atalho

Peguei um atalho em seu corpo
As pernas, os braços
Florestas conhecidas
Entre tantos cruzamentos
Achei em seu peito
O melhor atalho
A melhor poesia.

Márcia Mascarenhas