terça-feira, 13 de outubro de 2009

Um homem, uma mulher e um perfume.


Existem coisas que impressionam, marcam , deixam sempre um rastro.
Foi isso que aconteceu com Laura. Uma jovem que aparentava seus 20 anos mas muito determinada.
Ela conheceu um rapaz na Faculdade onde ela estudava, na faixa dos 30 e poucos anos e se apaixonou perdidamente.
Alem de sua conversa e seu olhar cativante, ele tinha um perfume maravilhoso. Laura o ouvia falar suavemente, o via sorrir , o via a olhar, mas o pensamento dela estava voltado para seu perfume.
Laura passava horas e horas tentando descobrir qual perfume era aquele. Ia em todas as fabricantes de perfume da sua cidade
e não sabia o porque de não encontrar o perfume do homem amado e quem sabe presentear-se com aquela oitava maravilha do mundo.
Procurou muito, até que um dia ao vê-lo se viu destinada a perguntar sobre o perfume que a fascinara.
Ele a olhou e ela estremeceu. Na mesma hora ficou sem ter o que falar a ele. Ele veio em direção a ela. Ela começou a transpirar, como nunca antes.
Ele sorriu para ela, e ela petrificou. Ele a cumprimentou e se dirigiu para abraça-la. Na mesma hora ela sentiu o perfume e voltou a si , ao que tinha que fazer.
- Vou perguntar pelo perfume! Pensou ela
Ele continuou abraçado com ela , e aquele momento durou por uma fracção de segundos.
Quando o abraço se findou, Laura perguntou:
- Que perfume é esse?
- Porque pergunta? Ele respondeu avaliando o seu cheiro.
- É que passei a semana inteira pensando no seu perfume, não conseguia tirar ele da cabeça.
- Só no perfume ?
Laura não disse palavra.
Ele se aproximou a beijou, com um beijo intenso. Laura nunca havia provado algo parecido.
Ao fim de tudo ele olhou pra ela e disse:
- Eu sou alérgico a perfumes.

(Márcia Mascarenhas)

Nenhum comentário: