quarta-feira, 6 de maio de 2009

Para Tahiane

Com seu brilho natural,
Se é do sol, se é da cor
Com o sonho de mortal
A beleza que mostrou!

Que a menina, tão bela jovem
Que o veleiro quis domar.
Quando os raios vem do céu
Para ao cais repousar!

Ela tem a luz intensa, que o raio nem suporta
Ela entra e sai sorrindo...
E passarela faz da porta..

Ela tem a luz intensa, que nem sol, nem luz, nem mar
Chegam perto desse brilho,
Pois ali só a de ficar
Quem ela bem desejar..
Pois muitos à desejam,
Mas os poucos hão de ficar

Mas poeta eu não sou, pra dizer com precisão
O que ela faz aparecer quando no meio da multidão
Faz belo o que era feio
Faz o Feio ter também paixão
Com Tahiane se faz o nome
Dessa luz, minha inspiração!

Mah Jah

2 comentários:

Tatay disse...

amiigaaa....obriigada por tudo...vc é uma pessoa linda por dentro e por fora..a cada diaa te admiro mais...bjãO*

Anônimo disse...

massa..
muito massaa...
tão loucos quanto vc....
muito 10;;;
faça um livro q eu compro...